CBKT trás Campeonato Brasileiro para o Shopping da Bahia

O último dia do XXIX Campeonato de Karatê Dô Tradicional foi finalizado com chave de ouro, atletas da categoria juvenil, adulto, master e sênior disputaram modalidades como kata e kumitê individual, por equipe e Fukugo. A Confederação Brasileira de Karatê Dô Tradicional (CBKT) trouxe um convidado especial para disputar a competição nacional, o Uruguai trouxe seus atletas para participar do evento e testar suas habilidades juntamente com os brasileiros.
Vários estados estavam presente na competição, além da Bahia, os estados de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Ceará, Mato Grosso, Maranhão, Distrito Federal dentre outros, estavam presentes em nossa cidade, buscando seus lugares no podium.

As seleções baianas hoje mostraram que não estavam prontos para perder em casa, apesar da receptividade aos estados, se mostraram duas vezes mais empenhados em ganhar, a seleção baiana masculina e feminina foram campeãs em kumitê, ficando entre os três melhores na colocação geral. No Kata individual a atleta baiana Letícia Bastos foi campeã, seguida do Rio Grande do Sul em segundo lugar. Os atletas vindos do Uruguai também tiveram importantes colocações no campeonato, tendo um vice campeão na categoria Fukugo.

Ao decorrer da competição acirrada dentre nosso atletas uma conquista em especial chamou a atenção de todos e teve torcida unânime do estado da Bahia, a atleta Jamile C. Farias, retornava as competições após uma lesão na perna e a expectativa era grande, meses de recuperação e treinamento estavam todos depositados nessa volta e a vontade de vencer era grande, a cada eliminatória a chance de conseguir ficava mais próxima e por fim, foi conquistado o prêmio tão esperado, em lágrimas a atleta conquistou o 1° lugar na categoria, ela falou um pouco sobre sua lesão e a sensação de retornar a medalhar no campeonato brasileiro após a dificuldade física.
  – Eu tô voltando de uma lesão, rompi o meu tendão de Aquiles e na minha perna direita, minha perna de chute. Eu estava com a expectativa de pelo menos me classificar de alguma forma, eu orei bastante, confiei em Deus, pedi para que Ele me desse a vitória e voltar assim, não tenho nem palavras mas a Graças a Ele, deu tudo certo.
Com uma habilidade técnica nos chutes, ela venceu a maioria das lutas aplicando golpes com sua perna recuperada, nas lutas finais migrou o seu modo de lutar e contou como difere os adversários e usa isso para a aplicação dos golpes.
– Bom, cada adversário é único, eu tento jogar pra ver se ele vai cair no golpe que eu quero fazer, não tenho uma estratégia específica, o que sair eu jogo, o que der certo eu continuo e é isso.

O Campeonato foi um sucesso e vários telespectadores do evento estavam de passeio pelo shopping da Bahia e resolveram prestigiar os atletas, pessoas de todas as idades foram atraídos pelos movimentos e lutas, mais uma vez a realização do evento foi finalizada sem muitos danos físicos aos atletas, com lutas incríveis e finalizações inesperadas, vitórias e derrotas, tudo aquilo que faz parte de uma competição esportiva.

Carol Ribeiro
Sobre Carol Ribeiro 72 Artigos
Estudante de Jornalismo (Estácio). Repórter dos esportes.

1 Trackback / Pingback

  1. Estilo de Vida: Letícia Bastos conta sua história no Karatê - resenhanarede

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*