Sem chance para o azar. A difícil tarefa de Ricardo David

Apresentação de Erasmo Damiani. Foto: Maurícia da Matta/ECV.

Hoje (21), Ricardo David completa exatamente uma semana no comando do Esporte Clube Vitória, buscando colocar as suas ideias e projetos eleitorais em prática. A equipe do presidente mal chegou a Toca do Leão e já encontrou missões complicadas para solucionar, tendo em vista que a herança deixada pelo seu antecessor não foi a melhor possível. Para desenvolver o seu trabalho, o atual comandante enfrentará uma gerra árdua e com poucas chances de erros.

Nesse “confronto”, a primeira grande batalha é solucionar situações contratuais do elenco do Esporte Clube Vitória e para isto, Ricardo conta com a ajuda do seu diretor de futebol Erasmo Damiani. Este que vem conversando com o presidente desde o mês de julho, quando a eleição ainda estava na fase da possibilidade. Damiani foi apresentado oficialmente na manhã da última quarta-feira (20) e na ocasião não trouxe nomes, nem tão pouco especulações, revelando as dificuldades encontradas no mercado.

A Gestão Profissional foi promessa de campanha do presidente Ricardo David. “A administração se baseará em três pilares fundamentais: planejamento a longo prazo, otimização financeira e gestão profissional, com foco em performance esportiva”, dizia ele nos debates e no site da candidatura. O nome de Erasmo Damiani foi anunciado durante um debate televisivo, forma de demonstrar que já existia um planejamento prévio ao longo da campanha. Contudo, a prática ainda não demonstrou de que forma houve uma estruturação para o futebol, pensando no curto prazo.

Bem verdade que Ricardo David não pode contar com duas das suas principais promessas para o futebol, ou seja, ainda não é possível montar o elenco profissional com 33 jogadores, tendo onze com idade de sub-23, nem mesmo ter a sua disposição um centro de inteligência e avaliação de desempenhos, nos moldes em que imaginou. O Vitória precisa de algo imediato, afinal 70% do elenco 2017 foi reprovado.

Ricardo David e Erasmo Damiani prometeram que não irão trabalhar em cima de especulações, os atletas contratados terão seus nomes anunciados no site oficial do clube. Assim como, não haverá “pacotão” de final de ano, o presidente entende que a melhor forma de montar um elenco competitivo é ao longo do ano. Porém, após sete dias, a torcida e a imprensa já cobram ao menos uma especulação, mas o Vitória ainda vive uma ressaca pós-eleição.

O certo é que entre incertezas e expectativas, Ricardo David não tem chance para erros. Confirmado mesmo, somente os acertos das saídas de  Fred, Alan Costa, Geferson, Renê Santos e Danilinho.

 

 

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 514 Artigos
Advogado. Estudante de Jornalismo (Estácio). Colunista e repórter do Esporte Clube Vitória.