Emoção e erros de arbitragem marcam o empate entre Vitória e Flamengo

Yago antes de cobrar penalidade. Foto: Mauricia da Matta.

O Vitória recebeu a equipe do Flamengo no Barradão, na noite deste sábado (14), partida que marcou o reencontro entre as duas equipes que no ano passado se enfrentaram na última rodada do certame nacional. Emoção foi a palavra que marcou a partida, com 16 segundos o Flamengo marcou o primeiro gol e o Vitória empatou antes dos dez minutos iniciais. Na segunda etapa o Flamengo chegou a ficar a frente do placar, mas o Vitória mais uma vez foi buscar o empate.

O JOGO
Não deu tempo do torcedor do Leão se acomodar no estádio, mal o árbitro apitou a partida e Vinicius Junior descolou um passe para Lucas Paquetá, que chutou certeiro para o gol de Caíque. 1 a 0 Flamengo com 17 segundos do primeiro tempo.

O Rubro-negro baiano chegou ao empate aos oito minutos de partida. Rodrigo Andrade bateu cruzado, Diego Alves deu um tapa na bola. No rebote, Denilson bateu duas vezes, acertou a trave na primeira e mandou na direção do gol na sequência. A bola explodiu no rosto de Éverton Ribeiro, mas o árbitro marca o toque de mão do jogador do Flamengo, marcando pênalti. Yago partiu para cobrança e igualou o placar.

Restou ao treinador Maurício Barbieri.  mudar a cara do time dentro de campo, o treinador retirou o camisa 9 Henrique Dourado e colocou Willian Arão em campo. Com a saída de Dourado para a entrada de Arão, Paquetá passou a jogar como centroavante.

O Flamengo lutava bravamente após a expulsão. Aos 29, Diego cobrou escanteio da esquerda, Réver foi no segundo andar e testou. Caíque, no meio do gol, ficou com a bola. Aos 34, Paquetá fez bela jogada individual pela esquerda. Tirou de um marcador, carregou próximo à linha de fundo e tentou o toque para Arão, mas a defesa tirou.

O Vitória respondeu logo depois. Baumjohann tocou de calcanhar para Denilson. De fora da área o atacante bateu, mas Diego Alves encaixou no meio do gol.

Segunda Etapa

Na volta para o segundo tempo o téncico Vagner Mancini apostou mais uma vez no lateral Juninho, o jogador voltou a entrar no meio de campo, dessa vez na vaga de Baumjhoan.

Quem buscou surpreender logo no reinicio da partida foi o Leão. Uillian Correia recebeu na área, ajeitou o corpo e bateu no canto de Diego Alves, que mergulhou e fez boa defesa. O Flamengo respondeu após grande falha do sistema defensivo do Rubro-negro baiano. Paquetá roubou a bola no campo de defesa, arrancou pelo meio e achou Vinicius Junior. O garoto dominou e bateu da entrada da área, mas a bola subiu demais.

O Vitória não conseguia impor seu ritmo de jogo mesmo jogando com a mais. A torcida seguia impaciente no Barradão e o time sentia o nervosismo vindo da arquibancada.

Aos 21 minutos o time do Flamengo pediu pênalti. Diego recebeu na área, gingou na frente do marcador e foi ao chão após jogada com Ramon. O árbitro Wagner Reway só olhou e mandou o jogo seguir, para desespero do camisa 10 do Flamengo.

O Vitória foi penalizado pela falta de produtividade. Diego cobrou falta na área, Arão – em posição irregular – desviou mal de cabeça, mas Geuvânio aproveitou o lance e toca para o meio. Réver apareceu livre e desviou para o gol vazio. 2 a 1 Flamengo.

Mas não deu nem pra comemorar. Rhayner recebeu na direita, levanto a cabeça e colocou a bola na área. Denílson subiu  sozinho no meio dos zagueiros, Juan só olha, e a bola entrou no canto esquerdo de Diego Alves. 2 x 2.

O treinador do Leão promoveu a estreia do lateral-direito Jefferson, que chegou nesta semana no Barradão. Aos 33 minuots, o jogador entrou no lugar do improvisado Rodrigo Andrade.

O Vitória ainda tentou uma pressão no final da segunda etapa, mas não foi capaz de virar a partida e garantir um resultado positivo na estreia.

FICHA TÉCNICA

Vitória: Caíque, Rodrigo Andrade, Kanu, Ramon e Pedro Botelho; Uillian Correia, Willian Farias, Yago, Baumjhoan e Rhaneyer; Denílson.

Flamengo: Diego Alves, Rodinei, Réver, Juan e Renê; Cuéllar, Diego e Lucas Paquetá; Ewerton Ribeiro, Vinicius Junior e Henrique Dourado.

Público total: 13.142
Renda total: R$ 238.994,00

 

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 714 Artigos
Advogado. Estudante de Jornalismo (Estácio). Colunista e repórter do Esporte Clube Vitória.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*