Encontro histórico nas quadras do NBB

Foto: LNB

A última temporada do NBB CAIXA contou com uma série de confrontos entre Universo/Vitória e Mogi das Cruzes/Helbor, valendo pelas quartas de final da competição. Diante do ginásio Hugo Ramos lotado, a equipe baiana eliminou o Mogi no quinto e decisivo  jogo. Neste sábado (11), as duas equipes voltarão a se encontrar na mesma quadra, às 14h (horário de Brasília).

O treinador do Vitória, Régis Marreli, é nascido na cidade mogiana e por lá deu início à sua carreira de treinador, na equipe do Valtra/Mogi, em 1998, como auxiliar de Nilo Guimarães. Depois, foi assistente dos técnicos Carlos Alberto Rodrigues, o “Carlão”, e Edvar Simões, este que deu lugar a Régis no comando principal do time em 2005, quando a equipe já era nomeada de Corinthians/Mogi.

“A expectativa é boa. É um início de temporada, o que ficou para trás já passou. São times diferentes, uma situação diferente. Para mim é sempre uma alegria voltar a Mogi, porque é minha cidade. Vou ver minha mãe, minha família. Foi lá que comecei trabalhando como assistente, em 1998, fiquei sete anos lá e depois fui técnico do Corinthians/Mogi. Com a classificação da última temporada, o jogo fica ainda mais diferente para mim”, disse Régis Marrelli à LNB

Na estreia da competição (9), o Vitória foi a Sorocaba e foi superado pela LSB/Uniso, no Ginásio Gualberto Moreira, pelo placar de 80 a 75. No duelo, o representante do Estado da Bahia entrou no último quarto ganhando por 58 a 53, mas perdeu a parcial final por 27 a 17, o que custou o resultado positivo para o time rubro-negro.

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 513 Artigos
Advogado. Estudante de Jornalismo (Estácio). Colunista e repórter do Esporte Clube Vitória.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*