Entrega a taça para Lusaca

Time Campeão. Foto: Divulgação/Lusaca

Carregando a vantagem de ter ganhado a primeira partida em Jequié, a equipe do Lusaca conseguiu mais um resultado positivo no segundo jogo e sagrou-se campeão do Campeonato Baiano 2017. As meninas garantiram o primeiro título da equipe de Dias D´Ávilla, que vem mandando seus jogos em Camaçari.

Essa é a terceira vez que o Lusaca chega a final do Campeonato Baiano, o time já tinha batido na trave e ficado com o vice-campeonato por duas vezes, sendo derrotado pelo São Francisco. Mas dessa vez conseguiu superar a equipe do Jequié e garantir o troféu Dilma Maria Mendes de Souza (homenageada da competição, CLIQUE AQUI ).

O Jogo

Lusaca garantiu a sua proposta de jogo, muita atenção e vontade para garantir a vitória. Muito concentrado na partida, a equipe respeitou a instruções do treinador Raimundo Santos e partiu para cima do Jequié, mandando na partida no primeiro tempo.

Aos 24 minutos, a superioridade deu resultado. Maria, camisa 9, recebeu lançamento e deu um leve toque na saída da goleira do Jequié.

O gol abateu a equipe visitante e deu moral para o Lusaca. Aos 36 minutos da primeira etapa o placar foi alterado. O escanteio foi cobrado a meia altura, a zaga vacilou e Miúda Pantera, camisa 11, mandou um lindo gol de cobertura.

No fim da partida, a meio de campo Jel surpreendeu com um grande chute para o gol. A zaga do Lusaca dormiu no ponto e Larissa roubou a bola. Jel recebeu e mandou para o gol, o desvio matou a goleira Van e o Jequié conseguiu diminuir aos 44 minutos da primeira etapa.

Segunda Etapa

Antes do inicio da segunda etapa, o treinador Samuel reclamou sobre o estado do gramado do Estádio Armando Oliveira, além de desqualificar a equipe de arbitragem. A equipe do Jequié avisou que não retornaria ao gramado devido a falta de policiamento no Estádio, a equipe de arbitragem convocou o time para entrar em campo e foi atendida.

A Secretaria de Segurança Pública informou que a viatura estava a caminho do Estádio, mas devido a uma ocorrência, durante o trajeto, foi necessário atrasar a sua chegada. Já o Presidente da Federação Bahiana de Futebol, Ednaldo Rodrigues, a viatura estava no gramado e saiu para verificar uma ocorrência. As informações foram divulgadas pela TVE, durante a transmissão da partida.

O time do Jequié retornou para partida precisando virar a partida, para garantir o título do Campeonato Baiano 2017. Mas a equipe do Lusaca estava muito bem postada defensivamente e resolveu optar por um jogo defensivo no segundo tempo.

A situação do Jequié se complicou aos 27 minutos, Claudinha recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulsa da partida. As jogadoras e técnico do Jequié ficaram desesperados com a marcação do árbitro.  Aos 29 minutos, a goleira Rosana,  do Jequié,  saiu mal do gol e cometeu um pênalti infantil. Miúda partiu e marcou o terceiro gol para o Lusaca.

A equipe do Lusaca controlou o restante da polícia e conseguiu pela primeira vez na história levantar o troféu do Campeonato Baiano. Parabéns Lusaca!

 

 

 

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 513 Artigos
Advogado. Estudante de Jornalismo (Estácio). Colunista e repórter do Esporte Clube Vitória.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*