Resenha no Tatame com Sansei Galdino Neto (GFTEAM)

Foto: Resenha na Rede

Noite agradável em Salvador e a equipe @Resenhanarede chega na academia Hkd Fight Club para acompanhar a rotina de treino da galera da Gfteam. A receptividade do Sansei Galdino Neto é boa, com o restante da equipe meio desconfiada afinal ninguém quer sair na foto em um estrangulamento no treinamento.

A equipe tem em média quinze pessoas, praticando jiu-jitsu para exercitar o corpo e a mente. “Atualmente a procura é mais pelo hobby, tenho poucos atletas que competem, mas sempre incentivo estarem competindo por achar muito bacana. A competição ensina muito, faz o atleta saber ganhar e perder, testar suas habilidades de treinamento, mas aqui não são todos que gostam e tem essa vontade de competir”, faz questão de destacar o Sansei .

Foto: Resenha na Rede

Ainda assim, a academia tem seus atletas competidores e o Galdino faz questão de destacar alguns e admite que para eles existem rotinas de treinos diferenciadas, o mestre estava mesmo escondendo o “pulo do gato”. “Hoje aqui tem um faixa azul que é o Matheus, ele é peso pena e compete muito; tenho um faixa roxa que é o Oto, ele já é sênio, mas nas competições ele vai de master; outro faixa roxa é o Rodrigo que está sempre competindo; Marcelo passou um tempo parado mais já está competindo novamente. São esses ai que estão na ativa e o treino e mais puxado, com as pessoas que não competem ajudando eles. Montamos treinos extras, uma estratégias para preparar o atleta”.

Sansei Galdino Neto começou no Jiu-jitsu com 14 anos, incentivado por amigos que já participavam do esporte, inicialmente os treinos eram nos prédios, para depois chegar a uma academia. Ele garante que sempre esteve competindo ao longo dos anos, sendo graduado faixa preta pelo Sansei André Velame, apesar de ter iniciado no esporte com o instrutor Rafael Santos, “atualmente ele (Rafael) não ensina mais e por isso continuei com o André que me graduou em todas as outras faixas e os considero muito importantes. Os dois que me ensinaram e têm suas parcelas em minha trajetória”.

Foto: Resenha na Rede

Como todo Sansei, Galdino , não deixa de lado os ensinamentos além do tatame para os seus alunos: “costumo dizer que o Jiu-jitsu é uma arte apaixonante, ou não gosta ou fica apaixonado. Sempre passo para os alunos que cheguem com a mente aberta, pois é um aprendizados infinito, até com os menos graduados eu ensino e aprendo. Uma arte que leva a superar limites, a cada dia aprender mais e chegar amanhã sabendo mais do que hoje. Muita repetição para executar um golpe, é sempre isso – Evolução! Tem que treinar, se dedicar, se não a gente não consegue evoluir”.

A academia tem aula três vezes na semana, com duração de 1h30, no turno da noite. O inicio do treino é feito com alongamentos, aquecimento com a parte técnica e no final a galera vai pra luta!

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 588 Artigos
Advogado. Estudante de Jornalismo (Estácio). Colunista e repórter do Esporte Clube Vitória.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*