“Temos que fazer nossa parte, ele tem feito a dele”, diz Eduardo sobre Preto

Foto: Felipe Oliveira

O jogador tricolor não poupou elogios ao treinador interino após ser questionado em coletiva

O lateral do Bahia, Eduardo, rasgou elogios ao técnico interino, Preto Casagrande, após ser indagado sobre o seu comando em entrevista coletiva, nesta quarta-feira (30), no Fazendão. Durante o controle de Preto o time empatou uma, venceu duas partidas e perdeu também duas, sendo a última para o Botafogo no domingo passado.

– O Preto vem fazendo um bom trabalho, ele é um cara que conhece bem o grupo, conhece tanto as características como as personalidades. Sempre teve próximos de nós, até mesmo do que os outros treinadores. Quando era auxiliar, ele tinha uma liberdade maior de conversar com os jogadores, então conhece muito todo o elenco.

Foto: Felipe Oliveira

Mesmo estourando o prazo de cinco jogos o presidente do Clube, Marcelo Sant’Ana, não se posicionou sobre a efetivação de Preto Casagrande. Para Eduardo está indefinição não compromete a evolução do time baiano, mas torce para que o treinador interino seja contratado.

– Não atrapalha em nada. Não é só porque ele é gente boa e trata todo mundo bem que a gente quer que ele fique, é porque ele realmente tem potencial. Ele conhece o futebol, sabe do que a gente precisa e vem tentando implantar isso. Nós jogadores temos total confiança nele. Eu não sei se o presidente vai se pronunciar em relação a isso, mas por mim não trocaria.

 

O Bahia ocupa hoje a 14º posição no Campeonato Brasileiro, duas casas acima da zona de rebaixamento. O lateral acredita que a situação desconfortavél do time não deve recair sobre o interino.

– Nossa oscilação no campeonato está associada ao nosso desempenho. O Preto é uma pessoa muito transparente, joga limpo e já viveu no mundo do futebol, então o trabalho dele tem que ser respeitado. Eu já trabalhei com vários outros treinadores de nomes e não o vejo muito longe disso, o que falta mesmo é oportunidade e nós jogadores temos que fazer a nossa parte, porque ele tem feito a dele.

Ansiedade a mil

 Por causa das eliminatórias da Copa do Mundo, o Bahia ficará duas semanas sem jogar, o próximo jogo só acontecerá no dia 11 de setembro contra o Atlético-GO. Ansioso o lateral Eduardo, julga a pausa necessária para descanso e para que o treinador interino possa trabalhar o time, mas fala da vontade de jogar logo a partida.

– O negativo é que eu já queria que este jogo fosse hoje, porque a derrota é horrível, mexe com nosso dia a dia. Então, quando sofremos uma derrota já queremos que o outro jogo seja o mais rápido possível, para que possamos tomar uma atitude devida para mudar a situação. Mas vai ser bom, porque o Preto vai poder trabalhar com a gente, para que possamos minimizar os erros e assim conseguirmos o êxito nesta partida fora de casa que vai ser muito difícil. O nosso adversário tem jogado muito bem, tanto que ganhou o líder e então merece toda nossa atenção.

Alana Almeida
Sobre Alana Almeida 15 Artigos
Estudante de Jornalismo (Unijorge). Repórter e colunista do Esporte Clube Bahia.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*