E agora? Athletico-PR diz que não tem nada a pagar ao Vitória sobre Pedrinho

Foto: ECV.

Pra quem achou que a novela envolvendo Vitória, Athletico-PR e Pedrinho havia chegado ao fim com o jogador chegando ao clube paranaense, se enganou por inteiro. A briga entre os dois clubes provavelmente irá continuar por muito mais tempo.

Conforme já divulgado, o Vitória havia negociado com o Athletico-PR a venda do jovem lateral-esquerdo Pedrinho. Na negociação entre os clubes, também haviam tratativas sobre a ida do volante Pablo Siles, que ainda pertence ao Danúbio (URU). O próprio Vitória através de nota oficial anunciou o fim das negociações acerca do volante, garantindo que ele continuaria no clube.

No entanto, as tratativas acerca da ida de Pablo ao clube paranaense não foram pra frente. E no meio disso, o Vitória por já ter recebido e assinado uma minuta de contrato enviado pelo Athletico, rescindiu o contrato com Pedrinho e o liberou para viajar a Curitiba, ficando no aguardo dos valores acertados entre os clubes, que chegariam em torno de 8 milhões de reais.

Já com o jogador sem vínculo com o Leão e se dirigido a Curitiba, o presidente em exercício Luiz Henrique revelou que o clube estava aguardando o depósito da venda e que desconhece as razões que levaram o Furacão a não honrar com seus compromissos. Insatisfeitos com a demora, a diretoria do Vitória entrou com uma ação para cobrar os valores na Justiça, tramitando hoje na 10ª Vara Cível e Comercial de Salvador.

O Athletico através dos seus representantes alegam que não devem absolutamente nada ao Vitória, que adquiriu o jogador de maneira gratuita pelo fato de que o Vitória havia rescindido o contrato com o mesmo e que a negociação entre os dois clubes dependiam também da ida do volante Pablo Siles ao clube paranaense. Como o uruguaio continuou no Vitória, o Furacão diz que isso inviabilizou a negociação no todo, o que tiraria a obrigação de pagar os valores por Pedrinho.

O Vitória, que dependia muito desses valores para aliviar sua situação financeira a curto prazo, agora busca receber os valores o quanto antes, uma vez que o clube continua na zona de rebaixamento e com iminência de mais atrasos salariais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui