“Estou dando a entrevista de máscara e não estou legal”, diz treinador do Vitória em meio a surto de Covid19

Fotos do jogo por Pietro Carpi/ECV

O Vitória ficou pelo terceiro ano consecutivo fora da fase final do Campeonato Baiano. Na reta final da preparação da equipe para enfrentar o Fluminense de Feira, a equipe sofreu um surto de COVID19 e teve 12 jogadores contaminados.

Abatido, após o empate contra o Fluminense de Feira, em 1 a 1, nesta quarta-feira (5), o treinador Rodrigo Chagas deu pistas que também pode estar com alguns sintomas da doença.

“Principalmente em relação a COVID19, perdemos muitos atletas, eu estou dando a entrevista de máscara e não estou legal. Mas, atrapalhou muito nosso trabalho, agora é trabalhar e fortalecer o elenco para o inicio do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil”, disse o treinador.

O técnico também analisou o caminho da equipe dentro da competição, mas fez questão de enaltecer a classificação na Copa do Brasil e o desempenho da equipe na Copa do Nordeste.

“Realmente foram vários tropeços, decorrentes das três competições que nós disputamos e tentamos chegar em todas. Estamos na Copa do Brasil e chegamos na semifinal da Copa do Nordeste. Agora é aproveitar a semana que temos e recuperar o elenco desse surto de COVID19, que nos prejudicou muito nessa reta final. Acho que vamos ter três semanas de uma preparação boa, para chegar nos cascos diante do Guarani”, falou.

1 COMENTÁRIO

  1. Até quando vamos por isso todo ano a mesma coisa só gozação e vergonha é muito sofrimento e não nenhuma esperança

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui