Juazeirense e CRB fazem história na Copa do Brasil

Foto: CBF.

Quatro nordestinos estiveram em campo na noite desta quarta-feira (9). Somente o Bahia chegou com vantagem do empate na segunda partida e conseguiu ampliar vencendo por 1 a 0. Os ABC conseguiu reverter a vantagem da Chapecoense e garantiu classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil.

CRB e Juazeirense devolveram o 1 a 0 e levaram seus jogos para os pênaltis contra Palmeiras e Cruzeiro respectivamente. O CRB . O cancão de Fogo fez história e despachou o Cruzeiro.

ABC

Jogando em casa, o ABC surpreendeu na Copa do Brasil.  Depois de perder o jogo de ida por 3 a 1, a equipe de Natal conseguiu reverter o resultado em casa e aplicou 3 a 0 na Chapecoense no Frasqueirão. Com o resultado, o time potiguar avançou na competição e eliminou a equipe catarinense.

A vitória do ABC foi construída com gols de Marcos Antônio, Wallyson e Ederson, mas principalmente por uma atuação impressionante do goleiro Welligton, que pegou tudo na partida. E quando não pegou, a trave fez o serviço por ele, como no pênalti desperdiçado por Anselmo Ramon.

CRB

A estratégia do CRB era clara, abrir 1 a 0 cedo e tentar segurar a pressão do Palmeiras. A fórmula deu certo no primeiro tempo, quando Diego Torres avançou pelo meio e deu bom passe para Ewandro tocar na saída do goleiro Weverton. No restante do primeiro tempo, os paulistas chegaram a impressionante marca de 70% de posse de bola, mas o placar continuou o mesmo.

O CRB contou com uma noite inspirada do goleiro Diogo Silva nos 90 minutos. Logo no começo da segunda etapa, Luiz Adriano, na pequena área, sozinho, teve a chance do empate, e Diogo Silva faz importante defesa para o CRB.  Aos 47, Marcos Rocha ficou com o rebote de cobrança de escanteio e chutou da entrada da área. Diogo Silva espalmou, e Breno Lopes marcou na sequência do lance. O auxiliar marcou impedimento.

Após 13 cobranças, o goleiro Diogo Silva garantiu a classificação do Galo ao defender a cobrança de Marcos Rocha.

JUAZEIRENSE

Todo mundo na Bahia sabe, a maior arma da Juazeirense está na péssima qualidade do Adauto Moraes. Assim, o Cancão de Fogo tentou surpreender o Cruzeiro dentro de casa.

Na primeira etapa, a melhor chance do time baiano veio de um chute de fora da área de Clébson, defendido por Fábio. Já no segundo tempo, o treinador Carlos Rabelo apostou na entrada do meia Kanu, que teve uma grande oportunidade aos 16 minutos, quando mandou a bola de cabeça no gol do goleiro Fabio. O Cruzeiro respondeu 10 minutos depois, Airton recebeu cruzamento perfeito, mas mandou de cabeça por cima do gol.  Aos 40 não teve jeito. Kanu desviou lançamento, Kesley chega na linha de fundo e cruzou para trás. Na pequena área, Thauan solta uma pancada para estufar as redes. No último minuto, Ramon chutou para o gol e Daniel salvou em cima da linha.

Nas penalidades, a Juazeirense venceu por 3 a 2 e passou de fase.

BAHIA

O Bahia dominou o primeiro tempo e poderia ter ampliado a vantagem de 1 a 0 construída no jogo de ida, mas encontrou o goleiro do Vila Nova em uma noite inspirada. O goleiro foi bombardeado durante toda a partida e fez excelentes defesas.Mas o goleirão falhou! Pedro Bambu recuou para Georgemy, que tentou dar o chutão para frente, mas acabou acertando Gilberto; a bola bateu no atacante e foi para as redes!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui