Lateral do Timbu encara o jogo contra o Botafogo como “uma guerra”

Fotos: Tiago Caldas / CNC

Após ter perdido fora de casa por 1×0 para o Vila Nova, o Náutico continua sua saga para poder retornar ao G-4. O Timbu ocupa agora a oitava colocação com 35 pontos, e distante 5 pontos do quarto colocado que é o CRB.

Em entrevista coletiva de hoje (13), o lateral Júnior Tavares confessou ter tido uma conversa com Chamusca a respeito de seu posicionamento entre os titulares: “Tive uma conversa com ele sim, e expliquei tudo pra ele que tô aqui pra ajudar o Náutico independente de qual posição for, se é no meio, na lateral ou na frente.”

Sobre a partida contra o Botafogo, ele disse: “Todos os jogos são difíceis. Sábado temos um grande jogo, temos que ganhar, o Náutico sempre que entra é pra ganhar. Então, sábado é um jogo importante, cada jogo é importante, e a gente tem que encara isso como uma guerra, a gente tem uma missão muito grande na competição que é de subir.”

Questionado sobre sua condição física, ele afirma: “Minha condição física, me encontro bem. Venho trabalhando bastante, nos dois períodos, então tá me ajudando muito. A equipe está dando todo o suporte que preciso.”

Mesmo com o condicionamento físico em dia, e querendo atuar em qualquer posição que Chamusca o colocar, Júnior Tavares precisará ter mais fôlego que o próprio time, já que nas últimas partidas, o Timbu tem tomado gol no segundo tempo.

Para o jogo contra o Botafogo, o Náutico não contará com Rhaldney que recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Com isso, o Náutico precisará mexer no time para a próxima partida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui