Série A terá quarteto fantástico nordestino

Bahia, Ceará, Fortaleza e Sport são quatro “super-heróis” nordestinos, expostos às boas administrações dos últimos anos, que levaram o clube para  elite do futebol brasileiro. Dentro desse novo planeta, o desafio dessas equipes é conseguir dar o passo além. Isto é, buscar uma classificação na Libertadores e deixar a briga pela fuga do rebaixamento.

A MULHER INVISÍVEL 

Está será a quinta temporada consecutiva do Bahia na Série A e o desejo maior do torcedor é que o Bahia faça uma campanha diferente das anteriores e consiga manter o desempenho do primeiro turno também no segundo. Nas últimas temporadas, O Tricolor tem um futebol vistoso jogando dentro de casa, mas fora o time fica “invisível” e não consegue manter a regularidade.  Para isso, o Bahia inicia a sua longa caminhada, neste sábado, às 20h, contra o Santos, no estádio de Pituaçu, e renova o sonho de figurar, finalmente, no Top 10 ao final da competição.

SENHOR FANTÁSTICO

Com a expectativa em alta, o Ceará tem decepcionado o seu torcedor nas horas decisivas. O time “esticou” o bom futebol e esteve invicto na Copa do Nordeste até a final e invicto na Sul-Americana até a última rodada da fase classificatória. Mas, na hora decisiva o Vozão assumiu uma forma não esperada pelo seu torcedor e perdeu o título da competição regional e foi desclassificado na Sul-Americana. Com um elenco considerado estrelado para os padrões nordestinos, a expectativa é que o time consiga figurar na primeira parte da tabela do campeonato brasileiro sem grandes dificuldades. O Ceará estreia no próximo domingo, contra a equipe do Grêmio.

O COISA

Em sua terceira temporada consecutiva na Série A, a força do Fortaleza, já demonstrada na competição, é o que faz despertar maiores expectativas. Em 2019, o Leão do Pici alcançou o feito de ser o único nordestino a figurar no Top 10 nos últimos quatros anos ao fim do campeonato. O título estadual contra o có-irmão, o Senhor Fantástico, empolgou a torcida. Assim como, a saída do treinador Enderson Moreira e a chegada do argentino Juan Pablo Vojvoda. E nada melhor para uma pedra rochosa do que começar a competição contra um candidato a campeão. No domingo, o Fortaleza encara o Atlético Mineiro fora de casa.

TOCHA HUMANA

O irmão mais novo na Série A é o Sport, que fará sua segunda participação consecutiva no torneio. Tido como candidato a rebaixamento, o Leão pernambucano incendiou a tabela na reta final na temporada passada e conseguiu escapar da degola. O responsável por fazer o Sport voar no Brasileirão será o treinador Umberto Louzer e contará com um elenco recheado de jogadores contestados em outro clubes, mas que agora podem se tornar os queridinhos. O Leão da Ilha estreia fora de casa contra o Internacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui